sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Os números da requalificação da zona histórica


A Câmara Municipal da Covilhã (CMC) gastou, até ao momento, cerca de 4 milhões e 700 mil euros na revitalização da zona histórica da cidade.
Em nota à comunicação social, a autarquia adianta a lista de obras realizadas que englobam várias intervenções em edifícios e em arruamentos, alvo de requalificação urbana.

Os trabalhos foram feitos através do Gabinete Técnico Local (GTL) da empresa municipal Nova Covilhã – Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) e do programa de recuperação de imóveis degradados - PERID.

A CMC aponta como exemplos a Casa dos Magistrados reconvertida em Ecoteca e Departamento de Educação, Cultura e Desporto, o antigo quartel dos Bombeiros Voluntários transformado em arquivo municipal e a requalificação das muralhas das Portas do Sol.

De 1991 a 2006, “o PERID investiu mais de um milhão de euros na recuperação de 616 imóveis degradados”, informa a autarquia.

Já nos últimos dois anos, “foram reconstruídos oito edifícios, cujas habitações estão arrendadas, foram adquiridos 20 fogos para recuperação, aguardam escritura mais 19 habitações e foram feitas 20 demolições por motivo de ruína. O equivalente a um investimento total de cerca de 1 milhão e 200 mil euros”.

Na nota à comunicação social, a CMC informa também que, actualmente, estão em fase de elaboração projectos para recuperação de 10 edifícios, que correspondem a 12 habitações. As intervenções representam um investimento um investimento superior a 750 mil euros.

Ainda em relação à revitalização da zona histórica da cidade, mas no que diz respeito ao plano estratégico da zona Intra-muralhas e do Varandado, a Câmara da Covilhã adianta que estão em negociação para serem adquiridos 180 fogos, divididos em 97 parcelas.

O valor é 8 milhões de euros e, para além da compra, engloba as obras de intervenção nos edifícios.

“Todo o trabalho de requalificação feito até ao momento permitiu manter ou reinstalar na zona histórica cerca de 350 famílias” salienta a autarquia.

1 comentário:

Carlos Proença disse...

Ainda há quem diga que esta Câmara não tem feito nada.
è preciso ter lata.